Eco Lógico
Pesquisa

Todos diferentes, todos iguais
Por Vítor Lobo (Aluno, 9ºB), em 2012/12/102510 leram | 0 comentários | 200 gostam
Todos diferentes, todos iguais
Às vezes pergunto-me como seria,
ser uma pessoa de raça diferente,
teria tristeza, teria alegria?
Como viver noutro continente,
teria ódio, estaria contente?

Para ser sincero nunca percebi,
o porquê do racismo que há por aqui!

A perseguição aos negros para trabalharem,
coitados,
sem ninguém para os ajudarem!

Não importa a língua ou a cor
somos todos iguais,
sem tirar nem pôr!

Mesmo com diferentes hábitos e religião,
troçar dos outros nunca é solução.

Somos todos seres humanos,
não vale a pena negar,
todos temos semelhanças e diferenças,
que temos de respeitar!

A perseguição aos Judeus,
devido à sua religião
provou que o racismo
é mesmo uma desilusão!

Com olhos normais ou em bico,
com cor de pele preta ou amarela
todos somos iguais,
vivendo ou não numa favela.

Um racista tem a amargura
de achar que tem o direito
de rotular toda a gente com um defeito.

Entre gente de pele clara ou escura
não existe desigualdade
pois o racismo tem cura
e não traz felicidade.

Existem milhares de estrelas no céu,
todas com a mesma função,
se as compararmos à humanidade,
os racistas dizem que não.

Se o racismo não existisse
ninguém era discriminado,
ninguém era mais importante,
e ninguém era mais julgado.
Ninguém tinha medo,
ninguém se achava superior,
ninguém troçava das diferenças dos outros,
e existiria ternura e amor.

Com esta última estrofe,
pretendo resumir e concluir,
que embora sejamos todos diferentes,
todos somos seres humanos,
e devemos estar contentes.


Comentários

Escreva o seu Comentário