Eco Lógico
Pesquisa

Um livro é grande demais...
Por Teresa Martins (Professora), em 2012/01/02892 leram | 2 comentários | 178 gostam
um livro é grande demais... de Jéssica do 9.ºE
Caros leitores,

Hoje é o dia! Finalmente chegou a hora de tentar com que esta mocidade se dedique à leitura, que é algo que considero meu.
Quanto a mim, um livro é grande demais para ser perdido e importante demais para ser esquecido. Faço do livro uma almofada de sonhos, uma barreira entre mim e o mundo real. A verdade é que gosto de ler em silêncio, gosto de não ser perturbada para poder sentir a história como se fosse a personagem principal e estivesse a viver a derradeira aventura. Confesso que, por vezes, a minha mão ganha vontade própria e, sem qualquer aviso, agarra um livro para o ler. E eu agradeço.
Acreditem, um livro é inofensivo, não ataca, não ofende, não magoa, porém tranquiliza a mente, transmite um bem-estar, apazigua a vida… Sendo assim, por que razão não leem?
Eu, como jovem, apelo a todos os adolescentes para que não ponham os livros de lado, para que leiam e que sintam a leitura. Não se isolem dos livros, pois, em cada um, vem uma lição de vida, uma aventura empolgante, um mistério por desvendar…
Boas leituras!


Comentários
Por António Silva (Leitor do Jornal), em 2012/01/05
Os livros são, sem qualquer dúvida, uma das maiores invenções da humanidade. Com eles sonhamos e viajamos até onde a nossa imaginação for capaz de alcançar. A leitura de um bom livro é um diálogo incessante, o livro fala e a alma responde.
Por Ana Aguiar (Professora), em 2012/01/11
Livros, companheiros nesta viagem de encruzilhadas, rumos me indicaram. Quantos me iluminaram e tantos me acalentaram na solidão de um destino.

Avança as páginas, escolhe outro, mas escuta... um livro é o tal, e a viagem começa...

Escreva o seu Comentário