Eco Lógico
Pesquisa

A Crise Económica em Portugal
Por Amélia Mendes (Professora), em 2012/01/31844 leram | 2 comentários | 176 gostam
Os mais novos também estão atentos à atual situação económica que o nosso país atravessa.
O Vítor Lobo do 8.ºB é um deles e partilha com os leitores o seu ponto de vista.
A situação económica em Portugal tem vindo a piorar nos últimos quinze anos. Todavia, tal realidade não era assumida nem pelos políticos nem pela população em geral. Vivíamos todos num falso paraíso levando-nos a agir de maneira pouco consciente. Porém, a realidade foi desmascarada a partir do momento em que os mercados deixaram de ter confiança no país e os juros atingiram taxas incomportáveis.
Na minha opinião, não houve apenas alguns culpados, fomos todos culpados. Todos quisemos viver para além das possibilidades económicas do país. Um país que não produz, um país que abandonou a agricultura, mas continuou a precisar dos produtos agrícolas. Deste modo, começamos a importar mais do que o que exportávamos tornando-se a balança comercial deficitária.
   A crise económica deve-se também à má gestão política do país, pois alguns políticos preocupam-se com o seu bem-estar, esquecendo as suas obrigações.
  




O cronista: Vítor Lobo nº20 8ºB


Comentários
Por António Silva (Leitor do Jornal), em 2012/02/03
As crises, sejam elas de que natureza forem, são oportunidades que não devemos desperdiçar para aprender algo e refletir sobre o nosso lugar no grande teatro da vida, valorizamos muito "aquilo que temos" em vez de "aquilo que somos".
Por Ana Aguiar (Professora), em 2012/02/07
Em japonês crise significa oportunidade, de mudar ,construir, inventar, arrojar. Alegra-me que abordes a má gestão e refiras um aspeto tão desprezado como a nossa agricultura. Esta História de ostentação e política de "transporte" tem de acabar.

Escreva o seu Comentário