Eco Lógico
Pesquisa

As redes sociais prejudicam o bom humor
Por António Silva (Leitor do Jornal), em 2014/04/11572 leram | 0 comentários | 152 gostam
Um tema sempre atual!
Recentemente li este artigo, achei interessante e gostaria de o partilhar com os nossos alunos.

Sente-se em baixo, sem vontade para sair com os amigos? Anda aborrecido e nem sabe bem porquê? Possivelmente passa demasiadas horas agarrado às redes sociais.
Segundo um estudo publicado recentemente por psicólogos da Universidade de Innsbruck na Áustria, “as pessoas cometem um erro de previsão afectiva, já que esperam sentir-se melhor depois de utilizarem o Facebook, o que na verdade não acontece, acabando por se sentirem piores”.
Os psicólogos Christina Sagioglou e Tobias Greitemeyer desenvolveram três estudos que lhes permitiram concluir que o estado emocional das pessoas estava de alguma forma relacionado com o tempo que passavam na redes sociais, nomeadamente no Facebook.
O primeiro dos estudos incidiu sobre 123 utilizadores do Facebook. Estes utilizadores indicaram quantas horas passavam agarrados à rede social e foram entrevistados sobre o seu estado de espírito. Os resultados revelaram que aqueles que passavam mais horas no Facebook eram pessoas mais mal humoradas.
Em seguida, analisaram o comportamento de 263 pessoas divididas em 3 grupos perante a utilização da rede social. Um dos grupos passou 20 minutos em frente ao Facebook, outro grupo 20 minutos na Internet, sem utilizar qualquer rede social, e outro não teve qualquer acesso à Internet.
Passado o tempo em frente ao computador, o levantamento sobre o estado de espírito das pessoas foi feito imediatamente, sendo que os resultados foram semelhantes aos do primeiro estudo: as pessoas que estiveram 20 minutos em frente ao Facebook estavam mais desanimadas que as restantes, principalmente, porque consideraram que estiveram a perder tempo.
Por último, perceberam que as pessoas ficavam com mais mau humor em frente ao Facebook, porque observavam as actividades e momentos felizes dos seus amigos, sentindo-se mais frustrados por estarem a perder tempo online e não em actividades de maior convívio e diversão.

Fonte: PPLWARE


Comentários

Escreva o seu Comentário